Comece do princípio

9 de março de 2012

A mente de um assassino

 Não posso mais viver com isso. Esse sentimento de impotência me tortura a alma. Saio pelas ruas onde as leis são ignoradas como se não existissem, e na verdade nem precisaria existir, bastaria olhar para o outro que coexiste. Em toda a mídia, as notícias só falam de descaso social e corrupção. Como uma obesidade mórbida, o governo não se move em fazer o bem, há tanta gordura a volta que até mesmo o correto não pode agir.  Nas conversas do bar, só ouço infelizes cegos de futebol e histórias de levar vantagem. Malditos egoístas!  Não suporto nem mais um instante sequer. Se ninguém faz eu farei; se a justiça morreu eu renascerei. Morte a corrupção! Minha verdade é minha lei!

Gravação 01

video